A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realiza da meia-noite do dia 08 até a meia noite do dia 13 de fevereiro a Operação Carnaval nas estradas que cortam o Paraná, principalmente nos trechos de saída e acesso à Curitiba. Será a primeira operação da PRF desde a mudança na Lei Seca, que traz mais rigor as fiscalizações. Segundo o inspetor Martinez, porta-voz da PRF, não adianta dizer que comeu bombom de licor.

“Com a lei antiga, muitos recursos às autuações eram feitos sob a alegação de ingestão de bombom de licor ou uso de enxaguante bucal. Esta balela acabou. Agora é feito um novo teste dez minutos depois e quem tiver embriagado vai continuar dando no bafômetro, valendo sempre o valor mais baixo entre os dois testes”, explicou Martinez.

Segundo ele, muitos se valiam da brecha na lei e a mudança foi definida justamente por isto. “Aqueles que realmente comeram um bombom, no segundo teste estarão liberados. Com essa nova mudança, dentre outras, os acidentes relacionados à imprudência no trânsito certamente vão diminuir. Se está embriagado, vai continuar dez minutos depois”, ponderou o inspetor da PRF.

As mudanças na Lei Seca instituíram a “tolerância zero” no combate à alcoolemia. Agora, o motorista que for flagrado dirigindo com qualquer concentração de álcool não contará mais com o limite de 0,10mg de álcool por litro de ar expelido no teste do bafômetro. “Haverá um reforço no policiamento e nas abordagens, em uma atitude preventiva e corretiva”, comentou Martinez.

Ano passado

Segundo a PRF, na Operação Carnaval do ano passado, foram registrados 362 acidentes nas BRs do Paraná, com 220 feridos e 16 mortes. Entre os 4.375 testes de etilômetro aplicados, 138 motoristas foram multados e 52 presos. Além disso, a PRF fiscalizou 16.294 veículos eaplicou 6.342 autuações, com 10.753 veículos flagrados acima do limite de velocidade.

Regras que devem ser respeitadas para chegar com segurança, segundo a PRF

O motorista que respeita as regras de trânsito contribui para a sua segurança, de seus familiares e das demais pessoas que trafegam nas rodovias. Essas são as regras mais importantes que o motorista deve se atentar antes mesmo de ligar o seu veículo:

– Nunca tome bebida alcoólica antes de dirigir, mesmo que seja em pequenas quantidades. Não existe índice de alcoolemia seguro para dirigir e além da multa de R$ R$1.915,40 e sete pontos na carteira, se atingir o índice de 0,34mg de álcool por litro dear expelido, o motorista é preso e poderá ter sua carteira de habilitação suspensa por 12meses;

– O uso do cinto de segurança é obrigatório, inclusive no banco traseiro. Passageiros dobanco traseiro que trafegam sem o cinto de segurança podem ser lançados para fora doveículo em caso de acidente, ou ainda, podem esmagar os ocupantes do banco da frente;

– O colo não é um local seguro para crianças que estão em um veículo em
movimento, pois podem ser arremessadas em caso de colisão. Elas devem estar emcadeirinhas adequadas para sua idade. Crianças no banco da frente? Somente asmaiores de 10 anos;

– Ultrapassagens são proibidas em trechos de faixa contínua ou com neblina, onde hásinalização proibindo e em locais como curvas, aclives e declives sem visibilidade, emfaixas de pedestres, nas pontes, viadutos e túneis, ou para passar uma fila de veículos.Ultrapassagens mal sucedidas são responsáveis por grande parte das mortes emrodovias federais;

– Não corra! Os limites de velocidade de cada via devem ser conhecidos e respeitados. O cuidado deve ser ainda maior em trechos urbanos, onde há grande
concentração de pedestres;

– Mantenha distância do veículo que segue à frente. Assim, você terá tempo para frear ou tomar qualquer atitude que evite uma colisão;

– À noite, o cuidado deve ser redobrado, pois o cansaço também é um grande causador de acidentes. O mesmo vale para os dias de pouco movimento, com pista livre;

– Não trafegue no acostamento em hipótese alguma, nem por poucos metros! Você poderá atropelar um pedestre, colidir com uma bicicleta ou até mesmo com outro veículo que esteja parado em alguma emergência.