Os alunos do Colégio Estadual Tarsila do Amaral, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, estudam numa nova escola, depois de sete anos de espera. Além do melhoramento estético, a escola também ficou maior e dobrou o número de vagas, de 230 para 530 estudantes.

Antes da obra do Governo do Estado, a escola dividia as instalações com o município, que atende alunos da educação infantil e dos primeiros anos do ensino fundamental. Eram apenas seis salas de aula e dois banheiros. A cozinha, refeitório e biblioteca eram improvisados. Além disso, a escola não contava com laboratórios nem quadra de esporte.

Em uma área de 3.182 metros quadrados foram construídas 20 salas de aula, biblioteca, laboratórios de química, física, biologia e de informática, pátio, quadra coberta, salas administrativas, cozinha, refeitório e banheiros. O novo prédio é totalmente adaptado para acessibilidade. “Hoje temos um ótimo espaço para as atividades que antes nos eram limitadas”, lembrou a diretora do colégio, Chayane Callegalim.

A professora de matemática Fabíola Carolina Dolenga também está satisfeita com a nova escola. “Ficou exatamente aquilo que todos aqui esperavam. Nosso trabalho melhorou muito”, afirmou Fabíola.

ALUNOS APROVAM – O novo prédio também foi aprovado pelos alunos. Para Matheus Manoel Pacheco, 15 anos, a nova escola está completa. De acordo com ele antes as aulas eram apenas teóricas, pois não havia espaço para desenvolver outras atividades físicas. “O outro colégio era bem pequeno e não tinha muito espaço. Agora temos uma quadra de esportes e mais espaço”, contou Matheus.

CUIDADOS – Toda semana, antes das aulas, os professores orientam os alunos sobre cuidados com a escola. Além disso, são desenvolvidas atividades para estimular os alunos a manterem o ambiente sempre limpo e bem cuidado.

“A escola é de todos, e a responsabilidade e zelo também. Recebemos uma benfeitoria que mudou nossa realidade, e precisamos fazer nossa parte também”, disse o aluno Jair Angelo dos Santos.

NOVAS ESCOLAS – Somente em 2013 o governo do Estado está investido R$ 500 milhões em infraestrutura. São construções, reformas, ampliações e implantações de quadras esportivas nas escolas da rede estadual. Atualmente, 35 escolas já estão em obras em vários municípios. O Governo do Paraná tem ainda recursos assegurados para licitar outras 35 unidades ainda nesse ano.

“É um processo de modernização em infraestrutura que se refletirá na qualidade da educação”, destaca o vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns.

Além da construção das 70 unidades, a Secretaria da Educação conta com um programa para a reforma de 1,8 mil, desde pequenos reparos até grandes revitalizações, com investimento de R$ 620 milhões.