Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

Aquele que seria o último dia de trabalho para o jovem Willian na obra de um galpão na Vila Verde, na Cidade Industrial de Curitiba, terminou em uma tragédia na tarde desta terça-feira (20). O pedreiro de 19 anos pisou em falso em uma telha e sofreu uma queda de 13 metros, morrendo na hora.

TRABALHO

No local da ocorrência (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Um pedreiro que trabalhava com Willian contou que o jovem era morador em Rio Negro (PR) e estava em Curitiba a trabalho. “Hoje nós íamos entregar a obra e aconteceu esta tragédia. O Willian era um rapaz de família e muito querido. Nós ficamos indignados por conta da demora dos bombeiros para o socorro, mas eles falaram sobre a dificuldade de deslocamento já que são várias ocorrências e a gente entende o lado deles”, afirmou à Banda B.

Quando questionado se o companheiro de trabalho usava equipamento de segurança, o pedreiro negou. “Infelizmente ele não usava nenhum aparelho de segurança e isto pesa na nossa consciência”, concluiu o trabalhador.

Um inquérito policial do caso será feito no Núcleo de Repressão aos Crimes contra a Saúde (Nucrisa).