Da Redação

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentou ao Sindicato dos Bancários uma nova proposta nesta sexta-feira (4). O índice de reajuste sobre os salários passou de 6,1% para 7,1% e para 7,5% sobre o piso salarial (aumento de 1,34%).

greve-041013-bandab

(Foto: Sindicato dos Bancários)

A proposta significa o retorno das negociações, que estavam interrompidas há um mês, no 16° dia da greve nacional dos bancários. Se o Comando Nacional dos Bancos aceitar as novas mudanças, a paralisação pode chegar ao fim.

Nova proposta

Reajuste: 7,1% (0,97% de aumento real).
Piso: R$ 1.632,93, que significa reajuste de 7,5% (ganho real de 1,34%).
PLR regra básica: reajuste de 10% da parte fixa, que passa para R$ 1.694,00 (limitado a R$ 9.011,76).
PLR parcela adicional: 10% de reajuste (limitado a R$ 3.388,00).