Da SMCS

(Foto: Rafael Silva/COHAB)

Os mutuários da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) que estão com parcelas do financiamento habitacional atrasadas podem usar os recursos da conta do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para quitar até 12 prestações em atraso. Anteriormente, apenas três prestações atrasadas podiam ser abatidas desta maneira. A medida vale somente para os contratos enquadrados no Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

“Este benefício vai auxiliar um grande número de famílias a eliminar a dívida por atrasos. Na carteira de clientes da Cohab temos mais de 1.500 situações de inadimplência em contratos do SFH que podem ser resolvidas utilizando o FGTS”, explica o presidente da Cohab, José Lupion Neto.

A ampliação do uso do FGTS, concedida pelo governo federal para pagamento de prestações habitacionais atrasadas, vale até dezembro de 2017. “É uma ótima oportunidade para as famílias regularizarem financiamentos que estão com pendências. Por consequência, a medida auxilia a melhorar a saúde financeira da companhia, que contará com mais recursos em caixa”, diz Lupion.

Serviço

O mutuário que está em dívida com a Cohab e deseja saber se o contrato está enquadrado no Sistema Financeiro de Habitação pode tirar esta e outras dúvidas por meio do serviço telefônico Alô Cohab, 0800 41 3233, de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h.