Luiz Henrique Fiaminghi é o convidado do programa Terra Canção que vai ao ar nesta terça-feira (14), às 22 horas, na e-Paraná (canal 9). Violonista de formação, um dia se apaixonou por música antiga e se aperfeiçoou em violino barroco na Holanda. De volta ao Brasil e morando em Campinas (SP), Luiz Henrique descobriu o universo da rabeca por influência do amigo José Eduardo Gramani, com quem fundou o grupo Anima.

O instrumento – que muda de forma e mesmo de cordas, dependendo do artesão que o constrói – se tornou no veículo de sua expressão de ideias e ampliação das pesquisas que faz sobre música tradicional brasileira. O programa será reprisado no sábado (18), às 16 horas.

Na quinta-feira (16), às 22h, o e-Especial traz Marcos Pereira e Toninho Ferraguti – encontro de dois respeitados nomes da música popular brasileira. É um evento da 31ª Oficina de Música de Curitiba promovido pela Fundação Cultural de Curitiba. A reprise será no domingo (19), às 18h.

ORQUESTRA – No sábado (18), às 22h, o e-Espetáculo exibe o Concerto de Abertura Fase Popular 31ª Oficina de Música – Orquestra à Base de Corda com Luhli e Lucina. A história de Luhli e Lucina nasceu com a bossa-nova e nos Festivais da Canção. Quem mais gravou a dupla, autora de mais de 800 músicas, foi Ney Matogrosso. São delas Bandoleiro, Coração Aprisionado, Êta Nóis, Pedra de Rio e O Vira, entre outros sucesso do cantor.

Também foram gravadas pelas Frenéticas, Nana Caymmi, Tetê e Alzira Spíndola, Joyce, Rolando Boldrim e Wanderléia. A dupla se manteve até 1998 e agora seguem carreira solo. Lucina lançou em 2009 o álbum “+ do que parece” com composições inéditas em parceria com Zélia Duncan.

Criada em 1998 por Roberto Gnattali, a Orquestra à Base de Cordas já teve como convidados, entre outros, Paulinho da Viola, Zeca Baleiro, Dominguinhos, Roberto Borghetti, Zé Renato, Ná Ozzetti, Mônica Salmaso, Siba, Carlos Malta, Roberto Corrêa, André Marques, Ceumar, Joel Nascimento, André Abujamra, Maurício Carrilho, Pedro Amorim, Consuelo de Paula e Andréa Ernest Dias. O primeiro CD “Antiquera”, ao lado do violeiro Roberto Corrêa, foi lançado em 2008, tendo sido indicado para o Prêmio Rival. E neste ano lança seu segundo CD “Nosso Som”.

No domingo (19), às 15h, e-Documentário apresenta José Penalva, Mestre da Música. Um dos mais importantes compositores brasileiros da segunda metade do século XX se destacou por compor música contemporânea de vanguarda, explorando linguagens sacras e secular antigas e novas.