Abrem nesta sexta-feira (08), às 18 horas, três novas mostras no Museu Alfredo Andersen. As exposições “Jardins: espaços da memória”, de Juliane Fuganti, “Espelho d’água”, de Laura Miranda, e “A Transcendência da Matéria”, de Lavalle e Soraia Savaris, permanecem até 7 de abril de 2013, com entrada gratuita.

A mostra “Jardins: espaços da memória” é o resultado de uma pesquisa a cerca dos conceitos de gravar, permeada por questões referentes à memória e hibridização de imagens. As obras da artista Juliane Fuganti remetem a um lugar de desejo, de atração, de sedução, cheias de forte carga pessoal. Um ambiente para encontrar a imaginação, no qual há espaço para os sonhos.

A instalação “Espelho d’água”, de Laura Miranda, explora um trajeto de viagem à região Sul da Índia e o retorno ao lugar de origem, um sítio na represa Passaúna. As reflexões sobre o fundo do lago e a superfície da água, conceitos de liso e estriado, suas imbricações e metáforas, conduziram às escolhas da materialidade dos objetos usados na instalação: um vestido e recortes de feltro. No decote da vestimenta, um tablet mostra imagens movediças da água. Na instalação, flores recortadas em pequenas pétalas se espalham no chão para serem carregadas pelos passantes, como a poeira da viagem na sola dos pés.

A terceira mostra, denominada “A Transcendência da Matéria”, apresenta a harmonia entre a pintura e a escultura, que conversam em linguagens diferentes, porém, buscando pela transcendência da matéria. Luiz Lavalle e Soraia Savaris, artistas e orientadores do ateliê de arte do museu, apresentam suas obras. Lavalle evidencia em seus trabalhos o tênue limite entre figura e fundo, o figurativo e o abstrato, liso e rugoso, frágil e resistente, brilhante e opaco e geométrico e orgânico. Soraia brinca com o fruto que nasce e se esconde na delicada transparência de tecido-pele. Trabalha com a cor evocando as fadas, descreve a ação do ar, da água, da mão do artista e do fogo sobre a argila.

Na ocasião da abertura da mostras, as artistas Juliane e Laura lançam seus respectivos catálogos.

Serviço: Novas exposições no Museu Alfredo Andersen

– Jardins: espaços da memória

– Espelho d’água

– A Transcendência da Matéria”

Abertura: 8 de março, às 18 horas (entrada gratuita)

Local: Museu Alfredo Andersen – Rua Mateus Leme, 336 – Centro – Curitiba

Informações: (41) 3222-8262 / (41) 3323-5148