SMCS

A Secretaria Municipal de Trânsito inicia nesta terça-feira (26) a fiscalização de utilização da Via Calma da Avenida Sete de Setembro. A partir desta terça também serão usados radares estáticos para fiscalização de velocidade máxima permitida na faixa exclusiva da Rua XV de Novembro, de 50 km/h.

via calma

Via Calma tem limite de 30 km/h para motoristas – Foto: SMCS

Os agentes de trânsito irão verificar o respeito à velocidade máxima permitida nas vias laterais da Avenida Sete de Setembro, de 30 km/h, e na canaleta do transporte público, de 50km/h, através de radares estáticos (pistola). Também serão observadas a utilização de cinto de segurança e celular por parte dos condutores de veículos, entre outras infrações de trânsito.

O Código de Trânsito Brasileiro define as seguintes penalidades para excesso de velocidade na via: quando a velocidade for superior à máxima permitida em até 20% – infração média, com perda de 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e R$ 85,12 de multa; quando a velocidade for superior à máxima permitida em mais de 20% até 50% – infração grave, com perda de 5 pontos na CNH e R$ 127,69 de multa; quando a velocidade for superior à máxima em mais de 50% – infração gravíssima, com perda de 7 pontos na carteira, R$ 574,61 de multa, suspensão imediata do direito de dirigir e apreensão do documento de habilitação.

A primeira Via Calma do Brasil, localizada na Avenida Sete de Setembro, tem extensão de 6,3 km (3 km no sentido centro e 3,3 km no sentido bairro) e foi criada pela Prefeitura de Curitiba para permitir o compartilhamento do trânsito entre motoristas, motociclistas e ciclistas e um maior respeito aos pedestres da cidade. Os ciclistas têm preferência em transitar pelo lado direito da via (nos dois sentidos), sobre uma área demarcada por uma linha tracejada.