Antônio Nascimento/ BandaB
Com o reajuste postos vendem álcool em média R$2,09

O Procon-PR notificou nesta segunda-feira (4) seis postos de combustíveis de Curitiba que aumentaram indevidamente o preço do etanol junto com o da gasolina e do diesel desde semana passada. A Petrobras anunciou na última terça-feira (29) o aumento em 6% do preço dos combustíveis produzidos nas refinarias de petróleo, no entanto, alguns postos da cidade estão vendendo etanol até R$0,20 mais caro do que na semana passada.

Em entrevista à Banda B, a coordenadora do Procon no Paraná, Claudia Silvano, disse que o reajuste do preço do combustível foi autorizado apenas para os derivados de petróleo, o que não inclui o álcool etanol. “Nós estamos notificando os postos que na esteira desse aumento elevaram também o preço do álcool”. Segundo a coordenadora, a multa para as empresas que usaram de má fé e aumentaram o preço não autorizado para o etanol vai de R$ 400 a R$ 6 milhões.

Os estabelecimentos notificados precisam apresentar em até 10 dias uma justificativa pelo aumento abusivo do litro do etanol para não serem multados. Alguns donos de postos alegaram ter perdido um desconto oferecido pelos fornecedores, e por isso tiveram de elevar o preço “Se os donos alegam que houve uma retirada do desconto, mas não conseguirem comprovar formalmente que isso ocorreu, terão que pagar multa”.

Os postos que reajustaram o preço do etanol praticam em média R$2,09. Os que mantiveram o preço anterior oferecem o combustível por volta de R$1,86 a R$1,90. Outros locais ainda podem ser notificados já que o Procon e o Ministério Público estão investigando os estabelecimentos de toda cidade.

A coordenadora informa que os consumidores são grandes aliados nessa etapa denunciando os locais que aumentaram abusivamente o preço do álcool. “Nunca houve um tempo em que o consumidor estivesse tão consciente dos seus direitos. A população está auxiliando na verificação dos postos nos informando quais aumentaram o preço do litro do etanol desde a semana passada” destacou.