Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

rondinha

Frente do carro ficou parcialmente destruída, mas motorista não teve ferimentos. Foto: BH/Banda B

Uma mulher de 41 anos morreu atropelada na BR-277, em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, na manhã desta quarta-feira (14). Terezinha de Oliveira Cunha atravessava a rodovia quando foi colhida por um veículo Astra. Ela foi arremessada com o impacto da batida e morreu na hora.

O acidente aconteceu no quilômetro 112, no bairro Rondinha, logo após um redutor de velocidade. Terezinha voltava de uma Unidade de Saúde quando o atropelamento aconteceu. O motorista do Astra ficou em estado de choque, mas prestou socorro à vítima. O irmão dele foi até o local e disse à Banda B que o acidente foi inevitável. “Ele me contou que vinha tranquilo, mas não teve tempo de frear nem nada, foi bem rápido”, disse o irmão do motorista.

O veículo ficou com a frente parcialmente destruída, mas o motorista não teve ferimentos. Equipes do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foram acionados, mas a vítima já estava morta. O motorista prestou esclarecimento aos policiais rodoviários federais e foi liberado. O corpo da mulher foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.