Polícia acredita em crime passional contra Mayara (Foto: Djalma Malaquias – Banda B)

 

A mulher encontrada morta nua e com sinais de uma possível violência sexual, Mayara Cristina Alves, de 25 anos, foi vista pela última vez na madrugada de domingo (13) em um bailão no bairro Capão Raso, em Curitiba, de onde saiu com um homem ainda não identificado. Poucas horas depois, o corpo dela foi localizado no bairro Campo de Santana, limite com o Tatuquara.

O delegado Fábio Amaro, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), falou sobre os últimos passos da vítima. “Ela foi encontrada sem as vestes e vários hematomas pelo corpo. A suspeita inicial é de um abuso sexual. Familiares estiveram aqui prestando esclarecimentos, falando que ela foi vista pela última vez em um bailão e que teria saído de lá acompanhada de alguém e que esta pessoa teria praticado o crime”, destacou Amaro.

Segundo o delegado, Mayara seria usuária de cocaína, mas isso não teria relação com o crime. “Acreditamos em algo ocasional. A família nos disse que ela era tranquila, mas tinha vício em cocaína. Porém, não acreditamos que este vício seja a motivação, com a maior possibilidade de algo passional”, afirmou.

Informações anônimas sobre quem teria matado Mayara podem ser enviadas à DHPP no telefone 0800-6431-121.

Notícia Relacionada: