Da Redação com MPT-PR

O Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR), em mediação realizada nesta quarta-feira (12) com o Sindicato dos Bancários e o HSBC, recomendou ao banco a suspensão do processo de demissões iniciado na última semana.

hsbcBancários estão em greve em protesto à ação da empresa. (Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba)

A audiência, coordenada pelo procurador do trabalho Alberto Emiliano de Oliveira Neto, decorreu de uma solicitação do Sindicato dos Bancários, depois que cerca de 180 demissões ocorridas na última semana no Paraná (número fornecido pelo banco) foram realizadas sem negociação prévia com o Sindicato. Segundo o órgão, foram realizadas 211 demissões de janeiro a outubro de 2014, sendo 180 apenas na última semana, o que configuraria demissão em massa.

O MPT-PR concedeu prazo de cinco dias para manifestação das partes. O Sindicato dos Bancários afirmou que a paralisação dos trabalhadores só vai acabar quando o banco concordar em cessar as demissões.

Notícia relacionada

Sindicato faz protesto contra HSBC no Centro e distribui cachorros-quentes

Em protesto contra demissões, 14 agências do HSBC e dois centros fecham nesta segunda-feira