Da Redação

O fluxo de veículos é intenso nas estradas paranaenses na volta do feriado prolongado de Páscoa e Tiradentes no início da tarde desta segunda-feira (21). Por volta das 13h30, o número de veículos registrado por hora na BR-277 no sentido Curitiba era de 2,5 mil – cerca de cinco vezes acima do normal. Os dados são da concessionária que administra a região, a Ecovia.

estradas-tiradentes-210414-bandab

(Foto: Reprodução/ Ecovia)

A previsão é de que o movimento intenso se mantenha pelo menos até as 22 h de hoje. Também na BR-277, entre o litoral do Paraná e Curitiba, o ponto mais crítico fica no km 10, próximo a Morretes. Perto das 12h, no sentido de volta para a capital, a fila no km 18 chegou a sete quilômetros, devido a obras. Já no sentido Paranaguá, o fluxo é baixo, com cerca de 370 carros registrados por hora.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em São Luiz do Purunã, do km 133 ao 139 da BR-277 há lentidão nas estradas rumo à Curitiba. Na BR-376, o movimento é intenso no sentido sul, mas sem interdições. Picos de movimento de até 130% a mais que o normal devem ocorrer durante da tarde, com até 60 mil veículos circulando durante o dia.

Na BR-116, a rodovia Régis Bittencourt, o tráfego é pesado e registra maior lentidão no sentido Curitiba-São Paulo. No norte de Santa Catarina, na BR101 o trânsito continua intenso desde a manhã de hoje, com filas em vários pontos.

Segundo a PRF, as situações mais complicadas são na região de Laguna – onde havia quase 12 quilômetros de congestionamento no sentido sul e seis quilômetros no sentido norte (Curitiba) por volta das 11h30 – e do Morro dos Cavalos, perto de Palhoça, com pouco mais de três quilômetros de fila nos dois sentidos no mesmo horário.