Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

camera-ecovia-des

Câmera da Ecovia às 16h11. Foto: Ecovia

A tarde deste domingo (4) está movimentada nas principais estradas que ligam o litoral à capital do Paraná. Os motoristas que aproveitaram o feriado prolongado do Dia do Trabalho estão enfrentando alto fluxo de veículos desde as 11 horas na BR-277, litoral do estado, e BR-376, litoral catarinense. O pico de maior movimento está sendo no período da tarde – 1,5 mil na BR-277 sentido Curitiba, três vezes mais que o tráfego sentido Paranaguá.

Já na BR-376, embora sem registro de congestionamento, o fluxo também é alto e o registro é de 2 mil carros por hora na tarde de hoje, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Não há intervenções, nem graves acidentes nas suas rodovias. A estimativa da Ecovia, concessionária que administra o trecho da BR-277, o pico pode acontecer por volta das 19 horas, alcançando a marca de 1,6 mil veículos por hora. Já a Autopista Litoral Sul, que administra o trecho sentido praias catarinenses, informa que, mesmo alto, o fluxo segue sem paradas. O pico máximo deve acontecer também no fim da tarde.

ciclista

Cerca de 300 pessoas vão fechar BR-277 às 18 horas. Foto: AN/Banda B

Protesto

Em São José dos Pinhais, ciclistas prometem fechar a BR-277 em protesto contra a morte de Letícia Rodante, 37 anos, atropelada por um caminhão caçamba da Prefeitura de Curitiba na semana passada. O bloqueio está programado para acontecer às 18 horas nos dois sentidos. O tráfego na região já está intenso por causa da presença de cerca de 300 ciclistas. Eles estão reunidos em frente a uma churrascaria, sentido Curitiba.

São Paulo

Na BR-116, principal ligação entre São Paulo e o Paraná, a PRF também registrou movimento acima do normal. Há trecho de pista simples no quilômetro 349, na região da Serra do Cafezal, mas não registra congestionamento relevante. Nessa tarde, por hora, trafegam cerca de mil carros. Em dias normais, esse número não ultrapassa 600 veículos por hora.