Motoristas e cobradores de Curitiba e região metropolitana, por meio do Sindicato dos Motoristas e Cobradores (SINDIMOC), entraram em acordo com a classe patronal em reunião no Tribunal Regional do Trabalho e com isto a greve do transporte coletivo em 2013 está descartada. A proposta aceita foi de reajuste de 10,5%, aumento de R$ 100 no vale alimentação e abono de R$ 300 a ser pago durante o ano. Agora, para chegar ao fim a novela do transporte, basta apenas o prefeito Gustavo Fruet anunciar o valor da nova passagem.

“Foi uma conversa bastante longa, porque buscamos um aumento real e em meio a propostas e contraposta tivemos uma proposta a qual seria o mínimo possível, que era de 10,5%. O juiz entendeu que este seria o mínimo e chegamos a este consenso. Como isto ficou definido em assembleia, agora é só assinar o acordo e pronto”, afirmou à Banda B Anderson Teixeira, presidente do Sindimoc.

Presente na reunião, Roberto Gregório, presidente da URBS, informou que o novo valor da passagem de ônibus será divulgada na tarde de hoje.