Para a Polícia Rodoviária Federal (PRF), tudo estava errado. Um dirigindo com carteira de habilitação suspensa e outro, além de não ter habilitação, completamente embriagado. A sucessão de erros terminou em tragédia na BR-116, em Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba, na noite deste domingo (3).

O motociclista José Cardoso, de 44 anos, morreu na hora ao bater seu veículo contra um Celta que saia de um posto de combustível. Cardoso estava embrigado, dirigia sem habilitação e o farol da motocicleta estava apagado, mesmo já sendo mais de 19h. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Já o motorista do carro, um comerciante da região, nada sofreu, mas foi encaminhado à Polícia Civil por dirigir com a carteira suspensa.