A inconseqüência de um motorista embriagado deixou duas pessoas feridas na madrugada desta segunda-feira (4), em Colombo, região metropolitana de Curitiba. Jonata de Lemos, 26 anos, bateu o carro contra o de um policial militar e iniciou uma fuga pela Estrada da Ribeira. O jovem não parou em semáforos fechados e a poucos metros colidiu contra uma moto. Duas feridas ficaram feridas e o motorista ainda não convencido em parar, continuou a fuga. Ele foi detido por populares e encaminhado à Delegacia do Alto Maracanã.

A primeira batida aconteceu pouco depois da meia noite. Jonata dirigia um Renault Megane pela BR-476, conhecida como Estrada da Ribeira, quando próximo ao ParkShopping Colombo bateu no veículo de um policial militar que estava de folga. A colisão não foi grave e apenas as latarias dos carros ficaram amassadas. No momento em que o PM descia do veículo para checar o estrago, o motorista do Megane iniciou uma fuga.

O PM então seguiu o motorista, que passou a não parar em nenhum sinal vermelho e dirigir em alta velocidade sentido Curitiba. Na altura do Jardim Verde, Jonata furou um sinal e bateu contra uma motocicleta. Mesmo tendo deixado duas pessoas no chão e gravemente feridas, ele não parou e continuou a fuga. O motociclista João Maria Oliveira, 40 anos, teve fratura exposta em uma das pernas, foi socorrido e encaminhado ao Hospital Trabalhador. A garupa Zilda de Fátima dos Santos, 46 anos, também ficou ferida e foi levada ao mesmo hospital.

Testemunhas que viram o acidente começaram a se mobilizar para ir atrás do motorista fugitivo. Próximo ao bairro Atuba, em Curitiba, populares conseguiram deter o jovem. A Guarda Municipal foi acionada e encontrou garrafas de bebidas alcoólicas: uma de uísque totalmente vazia e outra pela metade. Latas de energéticos vazios também foram encontradas. Jonata estava completamente bêbado, segundo o guarda municipal Ceccon. “ele estava visivelmente embriagado, falando enrolado e tudo mais. As pessoas queriam linchar ele e chegamos bem na hora”, descreveu à Banda B.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada por se tratar de uma rodovia federal e ele foi encaminhado à Delegacia do Alto Maracanã e preso em flagrante.