Arquivo Pessoal

Morreu na manhã deste sábado (2) a 240ª vítima da tragédia na boate Kiss, em Santa Maria (RS). Pedro Falcão Pinheiro, 25, foi a primeira vítima a ser levada para Porto Alegre, onde permaneceu internado na UTI Hospital Cristo Redentor por 34 dias, mas não resistiu aos ferimentos.

Nas últimas semanas, com a piora no estado de Pedro, amigos haviam iniciado uma mobilização por mais doações de sangue e chegaram a criar um movimento de ajuda nas redes sociais que usava a hashtag #forçapedro.

Ao todo, 20 pessoas continuam internadas em hospitais de Porto Alegre e Santa Maria.

O Ministério da Saúde divulgou nesta semana que fará o monitoramento da saúde de todos os envolvidos no incêndio. A partir de segunda-feira (4), as pessoas que tiveram contato com o fogo ou com a fumaça tóxica podem fazer o cadastro no site do Ministério da Saúde para realizar o acompanhamento clínico e psicossocial. Os interessados também podem entrar em contato com a Ouvidoria Geral do Sistema Único de Saúde (SUS) pelo telefone 136.

O ministério pretende monitorar a saúde das pessoas que foram internadas e já tiveram alta, daquelas que estavam na boate mas não foram internadas e de todos os que participaram do resgate. Todos os cadastrados serão informados, por telefone, da data e do horário das consultas marcadas no Hospital Universitário de Santa Maria. Aqueles que não moram no município serão orientados pela Secretaria Estadual de Saúde a procurar uma unidade de saúde referenciada.