O Ministério Público do Paraná expediu, nesta quinta-feira (31), recomendação administrativa à Prefeitura de Matinhos, no Litoral do estado, pedindo a interdição imediata de cinco casas noturnas da região. Segundo a Promotoria, as casas devem permanecer fechadas até que apresentem aprovação do Corpo de Bombeiros atestando que cumprem o “Código de Segurança contra Incêndio e Pânico do Corpo de Bombeiros da PMPR e demais normativas de segurança aplicáveis”.

A recomendação foi assinada pela promotora de Justiça Carolina Dias Aidar de Oliveira, após reunião realizada com representantes da administração municipal e do Corpo de Bombeiros.

O documento pede à Prefeitura a interdição dos seguintes estabelecimentos: Bahf Bar e Restaurante Ltda. (Bungalow), Admir Feliciano De Arzão (Bailão Do Mica), Sea Blue Comércio de Alimentos Ltda. (Hyddra), Michele Ferreira Me (Imperium) e Sérgio Sozo (Caiobá Beach). Do total, apenas a Imperium regularizou ainda na tarde de quinta-feira (31) a situação com o Corpo de Bombeiros e pode ser reaberta.

“Embora essa postura tenha sido adotada em virtude dos últimos acontecimentos em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, o trabalho de fiscalização é feito em Matinhos há anos, principalmente em locais de grande aglomeração de pessoas, que promovem shows e espetáculos. Já foram cancelados eventos e foram fechadas casas noturnas diversas vezes, ou por meio de decisão judicial, ou por termo de ajustamento de conduta”, explicou a promotora.