do Portal Eu Amo Curitiba

Adotar a bicicleta como meio de transporte tem lá suas dificuldades. Ainda bem que aos poucos a cidade começa a oferecer opções para facilitar o ir e vir de ciclistas.

Adotar a bicicleta como meio de transporte é abrir mão de alguns confortos. Trocar o interior de um veículo, sempre quentinho e confortável, pelo selim da bicicleta exposto a todo tipo de intempérie e encarando os mais variados relevos apenas com a força da perna, é um desafio para poucos.

E aí emergem todos os tipos de dúvidas. Onde guardar a bicicleta, como transportar em caso de acontecimento inesperado? Existe algum tipo de assistência em Curitiba? Ônibus e táxis transportam bicicleta?

Em outubro de 2015 começou a operar na cidade o serviço Taxi Bike com a adesão inicial de 60 taxistas que dispõe de suporte para o transporte de bicicletas no teto do veículo.

Já em 2016 um projeto piloto chamado BRT Bike abriu a possibilidade de embarcar com a bicicleta em um ônibus da linha Centenário/Campo Comprido. O ônibus está identificado, na frente, por um adesivo com a imagem de uma bicicleta. Na lateral, próximo a porta de embarque há adesivos indicando os horários e terminais de acesso.

Quer mais dicas úteis para quem quer andar de bike em Curitiba? Clique aqui para ler a matéria completa.