Três universidades estaduais estão com inscrições abertas, até o dia 20, para o mestrado profissional em Letras (ProfLetras), curso semipresencial com duração de dois anos e início das aulas em agosto. Esse tipo de pós-graduação se difere do mestrado acadêmico por enfatizar estudos e técnicas voltados ao mercado de trabalho fora das universidades, como capacitação para tradutor, tradutor juramentado (documento oficiais), cargos em empresas executivas, contato internacional, marketing e outras áreas.

O ProfLetras tem oferta simultânea em 39 instituições nacionais, no âmbito do Sistema da Universidade Aberta do Brasil (UAB). No Paraná é oferecido no campus de Cascavel da Universidade Estadual do Oeste (Unioeste); na Universidade Estadual de Maringá (UEM) e na Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Segundo o assessor de planejamento do Ensino Superior da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Décio Sperandio, o mestrado profissional supre várias necessidades, entre elas a de atender as áreas mais diretamente vinculadas ao mercado de trabalho e ao sistema produtivo. O mestrado acadêmico é voltado para ensino e pesquisa, direcionado a quem deseja lecionar. Neste caso, para obtenção do título é necessário a dissertação.

O Paraná possui sete universidades estaduais, e os cursos de pós-graduações se dividem em 244 especializações, 138 mestrados e 47 doutorados. Entre essas, apenas quatro possuem mestrado profissional – Unioeste, UEPG, UEM e UEL, num total de sete cursos desta natureza: Letras, Matemática, Políticas Públicas e Física.

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) é responsável por regular a oferta de programas de mestrado profissional por meio de chamadas públicas e avaliar os cursos oferecidos. O incentivo a essa modalidade pretende regulamentar o mestrado profissional, que estava sem regulamentação no país.

INSCRIÇÃO – Podem inscrever-se candidatos portadores de diploma de Licenciatura em Letras com habilitação em português, registrado pelo Ministério da Educação (MEC); ou professores do ensino fundamental de escolas da rede pública de ensino do Brasil, regularmente admitidos e pertencentes ao quadro permanente de servidores. O Núcleo Permanente de Concursos (Comperve) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) é responsável pela elaboração das provas, que consistem em duas etapas: eliminatória e classificatória, sendo 20 questões objetivas e uma discursiva de produção textual. O candidato deve acessar a página da UFRN, no endereço: www.comperve.ufrn.br.