Da Redação

O Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (Sismmac) fez uma grave denúncia envolvendo a merenda escolar das escolas municipais da capital paranaense em nota enviada à imprensa nesta terça-feira (20). De acordo com nota o Sismmac, apenas quatro nutricionistas são responsáveis pelo controle e fiscalização das 265 mil refeições servidas por dia a cerca de 140 mil alunos da rede municipal, sendo que o Conselho Federal de Nutrição prevê que seriam necessários pelo menos 58 nutricionistas para atender este número de estudantes.

merenda escolar

Foto: Divulgação

Segundo o sindicato, representantes dos trabalhadores do magistério no Conselho de Alimentação Escolar (CAE) reivindicam desde 2011 a contratação imediata de, no mínimo, mais nove nutricionistas, uma para cada regional da educação. “E mesmo com essa demanda urgente, representantes da administração municipal no CAE afirmam que essas contratações não serão possíveis para 2013 e que não há previsão para concurso na área de nutrição”, afirma a nota.

O Sismmac afirma ainda que, para “remendar” o problema, a Prefeitura teria desviado de função três professoras da rede que também possuem formação em nutrição. “Dessa forma, a administração agrava a falta de professores nas escolas e também não resolve o problema da falta de nutricionistas na rede. As nutricionistas que estão a serviço da rede municipal sofrem com a sobrecarga de trabalho e o resultado da atividade delas, a alimentação dos alunos, fica prejudicada”, conclui o sindicato.

Em Santa Catarina, a merenda escolar estava sofrendo problemas parecidos com o que temos visto aqui. Muitas irregularidades e pouca preocupação com as refeições fornecidas para as crianças. O Ministério Público Federal interferiu e exigiu que melhorias fossem realizadas em um determinado prazo.

A Banda B entrou em contato com a Prefeitura de Curitiba que informou em nota que já consta na Lei de Diretrizes Orçamentárias a realização de um concurso público para contratação de mais nutricionistas. Enquanto isso, a Secretaria Municipal da Educação conta com o apoio das nutricionistas da Secretaria Municipal do Abastecimento.