A carta de um garoto, de 13 anos, alertou para importância da escolinha de futebol, que funcionava na sede da Secretaria do Estado do Esporte, no Capão da Imbuia, em Curitiba, e foi fechada no ano passado. Nesta quarta-feira (27), o secretário Evandro Rogério Roman recebeu Natã de Mattos e garantiu que a atividade será retomada.

Divulgação
Menino conseguiu reativar escola de futebol

“É um exemplo de cidadania. A criança não se intimidou e buscou seus direitos. Estamos aqui para atender as solicitações da comunidade, é a forma de administrar deste Governo”, afirmou o secretário Evandro Rogério Roman.

Natã de Mattos se reuniu com os amigos e elaborou o pedido para o retorno da escolinha, sugerindo que, se fosse preciso, faria um abaixo-assinado. A carta foi protocolada em 4 de fevereiro. O menino, que tem a mãe professora, disse que a escola de futebol reunia quase uma centena de participantes três vezes por semana. “Gostamos de futebol, tínhamos onde jogar, treinar, e resolvemos fazer uma carta e pedir que a escolinha voltasse”, explicou o garoto.

Garantia

O secretário garantiu o retorno imediato da escolinha e determinou a contratação ou o deslocamento de servidor para iniciar as atividades no mês que vem. O complexo da Secretaria do Esporte conta com estrutura que favorece a prática esportiva desde iniciação até o rendimento e conta com três ginásios, um usado para ginástica, outro para voleibol e o terceiro está em reforma.

O complexo tem duas quadras de tênis e dois campos de futebol, um usado pelo rugby e o outro onde funcionará a escola do futebol reivindicada por Natã. O completo abriga ainda uma base de treinamento de golfe, academia, pista de caminhada, academia ao ar livre e as sedes administrativas das federações paranaenses de golfe, tênis, ginástica e do projeto Unilever Cidadão.

“Encontramos um complexo abandonado e, mesmo com as dificuldades de orçamento, estamos pouco a pouco recuperando, ajustando e dando utilização para tudo isso. Fico contente que vamos voltar a usar mais um campo, vamos dar utilidade a mais um bem público”, informou Roman.

A Secretaria ficará responsável por adequar o campo de futebol para o treinamento, contratar professor, adquirir bolas e equipamentos para o treinamento. Natã terá a responsabilidade de convidar todos os amigos, vizinhos e colegas do seu bairro para a escolinha de futebol iniciar.