Por Marina Sequinel e Antônio Nascimento

O menino de cinco anos que foi atacado por um cachorro Pitbull mestiço no bairro Parolin, em Curitiba, deve passar por cirurgias na tarde desta quinta-feira (21). Segundo a mãe do menino, Neuci Nascimento, os médicos devem fazer uma reconstrução do cotovelo e também de parte do rosto da criança, que foram dilacerados pelo animal.

crianca-pitbull

O menino foi atacado no caminho da escola. (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Ele não corre risco de morte e o estado de saúde é estável, de acordo com as informações repassadas pelos médicos a mãe do menino. O garoto se preparava para ir até a escola quando o cão fugiu da casa da dona, na rua Eugênio Parolin, e foi para cima dele na altura da Brigadeiro Franco.

“O meu filho perdeu muito sangue na cabeça e foi arrastado pela calçada. Alguma coisa precisa ser feita, porque não é a primeira vez que esse animal ataca crianças”, disse Neuci, desesperada, em entrevista à Banda B na manhã de hoje.

Uma mulher, que não quis se identificar, contou que o filho de doze anos ficou internado por vários dias, também devido a um ataque do mesmo Pitbull. A reportagem não conseguiu entrar em contato com a dona do animal.

Alguns moradores entraram em contato com a Banda B para afirmar que o cão envolvido não seria da raça Pitbull, mas nada foi confirmado a respeito.

O garoto está internado em uma casa hospitalar em Curitiba.

Notícia relacionada:

Pitbull foge de casa e arrasta criança de cinco anos por calçada da Brigadeiro Franco