Da Redação

O menino de 12 anos que ficou com o corpo completamente queimado após cometer uma travessura e provocar uma explosão dentro da própria casa no bairro Vila Amélia, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, na tarde de ontem, não resistiu aos ferimentos e morreu no final da madrugada deste sábado (7) no Hospital Evangélico.

Ontem, o socorrista Marcos, do Siate, já dizia que dificilmente o menino iria sobreviver. “Assim que chegamos ao local ele já estava em estado muito grave, solicitamos o apoio médico, mas todas as regiões do corpo tiveram queimaduras de 1°, 2° ou 3° grau”, descreveu.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o menino foi até os fundos da casa e incendiou um galão de inseticida para cupins, causando a explosão na hora.

Notícia Relacionada:

Criança fica entre a vida e a morte depois de provocar explosão dentro de casa