Da BBC Brasil

Quando uma verruga parecida com uma casca apareceu no rosto de Sahana Khatun, de dez anos, há quatro meses, o pai da menina não se preocupou muito.

(Foto: AFP)

Mas, depois que mais verrugas semelhantes começaram a se espalhar pelo rosto dela, a família ficou alarmada e viajou do vilarejo no sul de Bangladesh até a capital, Daca, para uma consulta médica.

Agora os especialistas temem que Sahana seja a primeira pessoa do sexo feminino a ser diagnosticada com epidermodisplasia verruciforme, mais conhecida como “doença do homem-árvore”.

Se este for mesmo o diagnóstico, ela entra para o minúsculo grupo de pessoas no mundo todo, todos homens, que sofrem com esta doença.

Para ler a matéria completa no site da BBC Brasil clique aqui.