Por Felipe Ribeiro e Flávia Barros

Localizado no bairro Alto Boqueirão, em Curitiba, o rio localizado entre as ruas Geraldo Warkentin e Mathias de Andrade Rocha se tornou um verdadeiro “Cemitério de Carros” nos últimos meses. São vários os abandonos, sendo muitos veículos completamente destruídos. Um Uno, porém, chamou a atenção nesta terça-feira (9), isso porque não apresenta nenhuma irregularidade junto aos órgãos de segurança.

De acordo com um morador da região, que preferiu não se identificar, o veículo apareceu no local no domingo (7) pela manhã, mas rapidamente ficou sem nada. “Era um carro inteiro, então chamamos a polícia que verificou que não tinha nada de errado. No dia seguinte, um pessoal pegou tudo o que pode, incluindo o motor”, explicou à Banda B.

A Polícia Militar, através do Batalhão de Polícia de Trânsito (BpTran) ou de outros batalhões que possuem guincho, recolhem apenas veículos em situação de crime. Nesses casos, o veículo é encaminhado ao pátio do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran).

Como o Uno, porém, não está em uma situação assim caracterizada, cabe ao dono do veículo decidir quais medidas irá tomar. A Secretaria de Trânsito de Curitiba pode notificar o proprietário. Até o início desta tarde, o motor e várias peças já haviam sido levadas do veículo.

Outro veículo que estava no local é de propriedade de uma moradora da rua. Segundo ela, mesmo sem condições de trafegar, o carro está estacionado na rua com o consentimento dos moradores.