Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

protesto dentro

Rodovia foi liberada por volta das 16h (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Manifestantes fecharam os dois sentidos da Rodovia João Leopoldo Jacomel, no bairro Guarituba, em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, durante cerca de uma hora na tarde desta sexta-feira (11). O detalhe é que ninguém sabia o real motivo para o protesto. Enquanto uns reclamavam da cassação do vereador Professor Gilmar, ex-presidente da Câmara Municipal de Piraquara, outros protestavam contra uma possível falta de água no bairro,  e assim vai.

Até o repórter Antônio Nascimento, da Banda B, ficou sem entender nada no local de protesto. Ao entrevista um morador, recebeu a seguinte resposta. “É um absurdo o que estão fazendo contra o Professor Gilmar. É uma cassação sem motivo, porque ele nos representa muito bem”, disse. Já outra manifestante afirmou: “Está faltando água quase sempre. Precisamos de uma solução para isto”.

Em determinado momento do confuso protesto, o ‘pau torou’, com a chegada de um homem que se identificou como presidente da vila. “Este protesto organizado por uma associação de moradores é político. O povo trabalhador nem está aqui. Por que fechar uma rodovia e queimar pneus?”, questionou, um pouco depois de ter ido para cima do possível organizador da manifestação.

Em meio a todo este imbróglio, prejudicada foi a população que não tinha como ir de Pinhais à Piraquara e vice-versa. A rodovia só foi liberada às 16h.

Cassação

Gilmar foi cassado pelos outros vereadores por possíveis irregularidades em seu mandato, dentre elas, exercício de dois cargos, o de presidente da Câmara Municipal e de diretor da Escola Estadual Vila Macedo.