Da Redação

O protesto organizado meio da rede social facebook contra a escolha de um deputado estadual para ser conselheiro do Tribunal de Constas Estadual (TC) do Paraná reuniu 50 pessoas na região central de Curitiba. O grupo saiu às 15h da Boca Maldita com destino à sede do TC, no bairro Centro Cívico. Não foram registrados tumultos.

“Vocês sabiam que o TCE-PR (Tribunal de Contas do Estado do Paraná) é responsável pela fiscalização dos gastos públicos e são eleitos DEPUTADOS para compor o conselho em cargo vitalício? Como podem políticos serem responsáveis pela própria fiscalização??? Entre os dias 15 e 17 de julho haverá o preenchimento de uma nova vaga no conselho! Não vamos deixar mais um político ocupar um cargo de necessidade técnica!”, afirma a descrição do evento.

A escolha

No total, 45 pessoas se candidataram a vaga de conselheiro deixada pelo ex-deputado estadual Hermas Brandão. Destes, dois são deputados estaduais; Plauto Miró (DEM) e Fábio Camargo (PTB), filho de Clayton Camargo, atual presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR). Como a escolha é feita pelos deputados estaduais em voto secreto os organizadores da manifestação questionam se a escolha será feita por meio de um critério técnico ou político.

“Vocês sabiam que o TCE-PR (Tribunal de Contas do Estado do Paraná) é responsável pela fiscalização dos gastos públicos e são eleitos DEPUTADOS para compor o conselho em cargo vitalício? Como podem políticos serem responsáveis pela própria fiscalização??? Entre os dias 15 e 17 de julho haverá o preenchimento de uma nova vaga no conselho! Não vamos deixar mais um político ocupar um cargo de necessidade técnica!”, afirma a descrição do evento.