Após a Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul cobrar explicações das produtoras de leite Italac, Mumu, Líder e Latvida quanto à adulteração por formol de alguns lotes da bebida, outras três marcas foram proibidas de serem comercializadas. Goolac, Hollmann e Só Milk, fabricadas pela VRS Indústria de Laticínios – a mesma da Latvida –, também foram vetadas, conforme noticiou nesta sexta-feira (10) a Agência Brasil.

A suspensão é uma medida preventiva, acionada após investigações apontarem que, durante o transporte, as empresas acrescentavam água e uma substância semelhante ao formol nos lotes. Segundo o Ministério Público do Estado (MP-RS), as empresas autuadas transportaram cerca de 100 milhões de litros de leite entre abril de 2012 e maio de 2013. Estima-se que tenha sido adicionado ao menos 1 milhão de quilos de ureia contendo formol.

O objetivo das produtoras era aumentar o volume do leite transportado e os ganhos sobre o preço do leite cru.

A “Operação Leite Compensado” foi deflagrada na última quarta-feira (8) pelo MP-RS.

Para ler mais na Revista Veja clique aqui.