Mais duas casas noturnas foram interditadas na segunda noite de fiscalização a bares e restaurantes em Curitiba. Equipe da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) realizaram mais visitas a estes estabelecimentos na madrugada deste sábado (2). A casa Gaitaço Sertanejo, que na fica na Avenida Manoel Ribas, em Santa Felicidade, não apresentou documentos exigidos para o funcionamento. Ainda, a casa apresentou um desnível na saída de emergência, que, segundo o Corpo de Bombeiros, pode causar pânico em caso de abertura. O Clube Dançante Hermann, na rua Toaldo Túlio, também teve irregularidades apontadas pelo Corpo de Bombeiros.

Durante a madrugada a Aifu visitou locais nos bairros Boqueirão, Capão Raso, Orleans e Santa Felicidade. De acordo com balanço publicado na Agência Estadual de Notícias, mais de 50 locais já foram fechados em todo o Estado. “As casas terão cinco dias para voltar a se adequar e apresentar documentos válidos. Este foi o prazo combinado com eles”, explicou a tenente Thayane de Lima.

“Vida é vida e os órgãos têm que fazer isso, sim. Nossa readequação foi mínima e até o prazo estipulado a casa terá cumprido as normas”, disse Antônio Camizina, proprietário da Hermann.

Sexta

Na primeira noite de fiscalização, na madrugada de sexta (1), dois andares de um bar no Batel foram lacrados. O bar ‘Aos Democratas’, que fica na rua Dr. Pedrosa, não tinha escada pressurizada – escada de incêndio – e por isso, teve o 2° e o 3° andar lacrados pelo Corpo de Bombeiros. Outros dois bares também receberam a visita de equipes de fiscalização. CuritibanoCafé Bar e Class Night Club também tiveram problemas e tiveram partes dos estabelecimento lacrado. Um não tinha documento do alvará e o outro da licença sanitária.