O esquema de segurança para o jogo entre Atlético e Coritiba, no próximo domingo (05), primeira partida da final do Campeonato Paranaense, terá mais de 900 policiais militares. Serão 600 policiais em Curitiba – 300 dentro do estádio e nas imediações e 300 em outros pontos da cidade. O restante do efetivo estará de prontidão da Região Metropolitana.

O esquema de segurança foi definido em reunião realizada pela Polícia Militar do Paraná. O jogo acontece às 15h30, no Estádio Erton Coelho de Queiroz – Vila Olímpica, no bairro Boqueirão.

“Como o jogo passado foi no mesmo local e tudo ocorreu com normalidade, nós iremos adotar o mesmo esquema de segurança. O nosso foco é a proteção do cidadão para que ele possa assistir ao jogo com tranquilidade e consiga voltar para a casa sem problemas, independente de ser de uma torcida organizada ou não”, afirma o major Dorian Cavalheiro, chefe de Planejamento do 1º Comando Regional da Polícia Militar.

O efetivo atuará em 18 pontos de bloqueio nas proximidades do estádio, nas áreas interna e externa, no policiamento em pontos estratégicos da cidade e na fiscalização de terminais, estações-tubo e em outros locais com aglomeração de pessoas. O esquema de segurança foi montado pelo 1º Comando Regional da PM e será executado pelo 13° Batalhão da Polícia Militar.

Segundo o delegado responsável pela Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (Demafe), Clóvis Galvão, a Polícia Civil estará presente, assim como o Ministério Público, por meio do Juizado Especial Criminal. “Todo delito que acontecer no estádio ou nas imediações será apurado na hora”, explica.

Os policiais militares começam o esquema de segurança às 12h de domingo. A Operação será apoiada pela Guarda Municipal, Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Regimento de Polícia Montada, Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e Grupamento Aeropolicial e Resgate Aéreo (Graer), além de alunos da Escola de Oficiais e policiais que atuam nos setores administrativos da Polícia Militar.

O QUE PODE – Segundo o major Cavalheiro, será permitido aos torcedores dos dois times irem uniformizados ao estádio. Por ser o mandante da partida, o Atlético poderá usar bateria e bandeiras. Só terão acesso ao perímetro de isolamento os moradores da área e os torcedores. Materiais cortantes, garrafas e produtos explosivos estão proibidos. As torcidas serão escoltadas na ida e na volta do estádio. A torcida do Coxa será escoltada às 13h e a do Atlético às 13h30.

“Faremos todos o possível para que seja mais um Atletiba da paz e que na segunda-feira as manchetes sejam somente sobre o futebol e nada de violência. A torcida organizada trabalha em conjunto com a PM para que haja um trabalho de equipe e para que possamos evitar qualquer tipo de tumulto entre torcidas”, afirma Reimackler Alan Graboski, integrante da torcida organizada Império Alviverde.

De acordo com o major Cavalheiro, o contato com as torcidas tem contribuído para reduzir o número de ocorrências. O serviço de inteligência também tem monitorado as redes sociais para evitar confrontos antes dos jogos. “Este trabalho é contínuo e independe de haver jogo ou não”, ressalta ele.

Quanto o acesso ao estádio, a PM recomenda que a torcida do Coritiba utilize a Rua Maestro Carlos Frank, virando na Rua Januário Alves de Souza. Já a torcida do Atlético deve seguir pela Rua Pastor Antonio Polito.

Perímetros de isolamento:

EXTERNO

Bloqueios de trânsito e orientação quanto à proibição da entrada no perímetro interno de pessoas sem ingresso/voucher. Permitida passagem somente de pessoas residentes no local.

1. Rua Ten.-Cel. Viligran Cabrita X Rua Pastor Antonio Polito;

2. Rua Ten.-Cel. Viligran Cabrita X Rua Paulo Arendarchuk;

3. Rua Ten.-Cel. Viligran Cabrita X Rua Padre Simão Kalinowiski;

4. Rua Ten.-Cel. Viligran Cabrita X Rua Padre Estanislau Trzebiatowski;

5. Rua Maestro Carlos Frank X Rua Dr. Heleno Da Silveira;

6. Rua Maestro Carlos Frank X Rua Januário Alves de Souza;

7. Av. Mal. Floriano Peixoto X Rua Padre Estanislau Trzebiatowski;

8. Av. Mal. Floriano Peixoto X Rua Pastor Antonio Polito;

9. Rua Rev. Augusto Paes de Ávila X Rua Irineu Prevedello Tedesco;

10. Rua Rev. Augusto Paes de Ávila X Rua Januário Alves de Souza;

11. Rua Rev. Augusto Paes de Ávila X Rua Angelina Legat Pasini

INTERNO

Exigência do ingresso ou voucher para acesso. Permitida entrada somente de pessoas residentes no local, mediante comprovação.

1. Rua Januário Alves de Souza X Rua Pastor Antonio Polito;

2. Rua Angelina Legat Pasini X Rua Pastor Antonio Polito;

3. Rua Paulo Arendarchuk X Rua Angelina Legat Pasini;

4. Rua Padre Simão Kalinowiski X Rua Angelina Legat Pasini;

5. Rua Padre Estanislau Trzebiatowski X Rua Angelina Legat Pasini;

6. Rua Dr. Heleno Da Silveira X Rua Padre Estanislau Trzebiatowski;

7. Rua Januário Alves de Souza X Rua Padre Estanislau Trzebi