Da Redação com Ecovia

Durante o feriado de carnaval (entre 13 e 18 de fevereiro) 215.000 veículos trafegarão / circularão pela rodovia BR-277, entre Curitiba e o litoral do Paraná, de acordo com a previsão da Ecovia. Deste número, 65%, ou seja, 138.000 viajarão durante o dia. A Ecovia e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) recomendam o uso de faróis ligados. O Gerente de Atendimento ao Usuário da Ecovia, Marcelo Belão adverte que um número considerável dos acidentes de trânsito ocorre pela dificuldade em visualizar o carro a longa e média distância. “O farol ligado colabora para aumentar a visibilidade do veículo. Ver e ser visto no trânsito é um dos princípios da Direção Defensiva”, diz.

O inspetor da PRF, Wilson Martinez, ressalta os diversos benefícios da prática. Manter os faróis ligados possibilita que o veículo seja percebido à distância, o que permite maior tempo de reação para todos os envolvidos. “Essa é uma medida muito interessante, sobretudo em rodovias de pista simples, pois reduz o risco de colisões”, afirma.

O uso em rodovias com pista dupla e áreas urbanas também é providencial, de acordo com Martinez. “No caso das pistas duplas, o veículo que pretende fazer uma ultrapassagem é visto de uma distância maior pelo veículo à frente, que por sua vez possui mais tempo para volta à pista da direita”, explica, “É bom também para os pedestres, que conseguem ver o carro e mensurar sua velocidade com mais precisão”.

ECOVIA

(Foto: Reprodução)

Um estudo da Associação Norte-Americana de Segurança Rodoviária (órgão dos EUA) aponta que a utilização do farol reduz em 12% os acidentes envolvendo pedestres e ciclistas e em 5% as colisões com outros veículos. O uso já é recomendado, inclusive, pela Resolução n° 18/98 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), pois auxilia na redução de acidente de trânsito. Manter os faróis acesos no período diurno é obrigatório em caso de chuva, neblina ou cerração, e evita multa de natureza média (R$83,15), mais quatro pontos.

Movimento

Entre sexta-feira (13) e quarta-feira de cinzas (18), o tráfego será intenso na rodovia BR-277 e nas rodovias PR-407 (Praia de Leste) e PR-508 (Alexandra-Matinhos). Já na sexta-feira, 28.000 veículos seguirão para o litoral, via BR-277, com pico de 2.000 veículos/hora, entre 17h e 18h.

No sábado, o fluxo para o litoral será intenso entre 6h e 21h, com pico de 2.300 carros por hora, entre 7h e 8h. O movimento total de veículos sentido litoral será de 37.000 nesse dia.

O domingo (15) e a segunda-feira (16) serão os dias menos movimentados do carnaval. A previsão aponta, entretanto, o início do fluxo de regresso a Curitiba. No domingo serão 18.000 veículos em direção às praias – com pico entre 8h e 13h -, e 12.000 sentido Curitiba – com pico entre 16h e 20h. Na segunda-feira (16) serão 11.500 carros sentido litoral – com pico entre 9h e 12h -, e 18.300 sentido Curitiba – com pico entre 15h e 22h.

Na terça-feira (17), o maior fluxo será para Curitiba, quando 33.000 passarão pela BR-277, nesse sentido. O movimento será intenso entre 10h e 19h, com mais de 2 mil veículos por hora, volume quatro vezes maior que o normal.

Na quarta-feira (18) o movimento novamente se concentra no regresso às praias, com volume de 28.000 veículos seguindo para a capital. O movimento estará alto – com mais de mil veículos/hora – entre 6h e 20h. Entre 12 e 14h, no entanto, o movimento estará intenso, com pico de 2.700 veículos/hora, cinco vezes maior do que o normal.

As rodovias BR-277, PR-508 (Alexandra-Matinhos)e PR-407 (Praia de Leste) não terão obras durante o feriado.

Operação retorno

Na quarta-feira de cinzas, a PRF (Polícia Rodoviária Federal), PRE (Polícia Rodoviária Estadual) e DER/PR, em conjunto com a Ecovia, realizarão a Operação de Mão Única na rodovia PR-407, que liga os Balneários de Pontal do Paraná à BR-277. Entre 8h e 13h a rodovia terá sentido único, de Praia de Leste à BR-277, sentido capital.