Para garantir uma maior segurança nas estradas durante o feriado de Páscoa, o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) realizou a “Operação Páscoa”, com a intensificação do policiamento nas rodovias estaduais. Durante a operação, que teve início às 15h de quinta-feira (28/03) e seguiu até às 12h de segunda-feira (01/04), foram registrados 141 acidentes com 132 feridos, além da emissão de 1.505 autuações de trânsito.

“Durante todo o período de operação realizamos bloqueios, radares móveis e testes de bafômetro, com o intuito de combater as infrações de trânsito, principalmente o excesso de velocidade, os abusos nas ultrapassagens e a embriaguez ao volante”, explica o major Bruno Soares da Silva, Subcomandante do BPRv e responsável pela operação.

No total foram 141 acidentes, sendo 46 somente no domingo (31/03), que resultaram em 132 feridos e dez mortes, sendo que no último dia de feriado (domingo), ocorreram cinco mortes. Durante os quatro dias de feriado foram registrados dois atropelamentos e emitidas 1.505 autuações. Somente nas estradas que ligam o litoral do estado foram três acidentes, três feridos e 193 autuações de trânsito.

“Percebemos que a pressa das pessoas em retornarem para casa acabou gerando abusos nas ultrapassagens e no excesso de velocidade, resultando em acidentes e mortes. Por isso, verificamos que na volta do feriado tivemos o maior número de acidentes, consequentemente este também foi o dia com o maior número de mortos e feridos”, afirma o major Bruno.

Durante a “Operação Páscoa” o BPRv utilizou um efetivo policial 30% maior do que o normal que monitorou as rodovias paranaenses, que seguem para o litoral ou para o interior do estado. Foram utilizados radares eletrônicos e bafômetros em pontos específicos das estradas para auxiliar no policiamento.

Segundo o major Bruno, é importante que as pessoas estejam sempre atentas e evitem estas infrações de excesso de velocidade e ultrapassagem perigosa que podem resultar em acidentes gravíssimos.

Além da realização de exames etilométricos (bafômetro), do uso de radares móveis e dos bloqueios, o policiais atuantes no BPRv intensificaram as fiscalizações relacionadas ao uso do cinto de segurança, da cadeirinha, documentação obrigatória como licenciamento, IPVA e a carteira de habilitação.