A mãe de uma aluna do Colégio Estadual Nirlei Medeiros, no bairro Campo do Santana em Curitiba, entrou em contato com a Banda B na manhã desta segunda-feira (18), para reclamar da merenda fornecida aos alunos da escola. De acordo com a mãe, Maria das Dores, uma lata de lixo grande fica montada ao lado da cantina e antes mesmo do fim do recreio está cheia, já que os alunos não conseguem lanchar.

“Normalmente a minha filha diz que dá nojo do lanche. Eu perguntei para como a comida vai até a escola e ela me disse que o diretor leva no próprio carro, sendo que a cozinheira faz ele de qualquer jeito. Ninguém da sala dela consegue comer o lanche, até cabelo e unha eles já encontraram”, afirmou.

Outra reclamação da mãe é o fato de alguns outros lanches como sucos em caixas já terem vindo vencidos para a escola e prejudicou alunos menos atentos que não verificaram a caixa.

Resposta

Em nota, a secretaria da Educação negou a denúncia e informou que os alimentos não são comprados pela direção das escolas. A compra é centralizada e distribuída, parte da alimentação é feita nas escolas e parte dela é industrializada. As orientações e cuidados na hora de preparar os alimentos cabem à direção e às merendeiras. Os pais devem procurar a direção e informar a situação.

A secretaria da Educação vai verificar o que está acontecendo no Colégio Nirlei Medeiros e tomar as medidas cabíveis.