Redação

fazendinha

Depois que a mãe entrou em trabalho de parto em casa e percebeu que não teria tempo para chegar à maternidade. Foto: Banda B

O nascimento de um bebê na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Fazendinha, na tarde desta quinta-feira (1), mudou a rotina de um serviço focado no atendimento de pessoas doentes e com casos graves de saúde. O pequeno Davi Miguel nasceu por volta das 16h30, depois que a mãe entrou em trabalho de parto em casa e percebeu que não teria tempo para chegar à maternidade.

Na 39ª semana de sua terceira gestação, a diarista Francislaine Francisco Conceição, 27 anos, vinha fazendo o pré-natal na unidade de saúde Tancredo Neves e relata que a bolsa rompeu após sentir algumas dores. Pediu que o cunhado a levasse para a Maternidade Victor Ferreira do Amaral, seu hospital de referência para o parto, mas sentiu que não conseguiria aguentar.

“Não deu tempo. Graças a Deus estávamos passando na frente da UPA e pedi que ele parasse o carro aqui. Já estava nascendo. Correu tudo bem. A equipe foi maravilhosa e estava à disposição. Foi divertido, uma experiência diferente”, conta Francislaine, mãe também de duas meninas de 4 e 10 anos.

Não deu tempo nem de sair do carro. O atendimento foi feito fora da unidade. “O familiar chegou pedindo ajuda e eu saí para ver o que estava acontecendo. Quando cheguei para ver a mãe, o bebê já estava coroando. A cabecinha veio, o cordão não estava ao redor do pescoço e já chorou na sequência”, descreve a auxiliar de enfermagem Eliane Cristina de Moraes, 29 anos, que fez seu primeiro parto em 10 anos de carreira em serviços de urgência e emergência. “Foi tudo muito rápido e o médico já chegou para dar continuidade ao atendimento”, completa.

Davi Miguel nasceu com 3,2 quilos e já foi colocado para ser amamentado pela mãe. Os dois foram transferidos para a maternidade pelo Samu. “Foi maravilhoso! É uma sensação muito boa poder ajudar em uma situação como essa, para o nascimento de uma nova vida. Ainda mais em uma UPA”, afirma Eliane. Diariamente, cerca de 350 pacientes são atendidos na UPA Fazendinha.