Por Elizangela Jubanski

O episódio do leão furtado em uma cidade do interior de São Paulo e encontrado no Paraná terá um capítulo novo na tarde desta quinta-feira (8). Rawell será enviado ao Zoológico de Curitiba por volta das 16 horas. O novo habitante será colocado em um recinto ao lado de outras duas leoas. A sedação do animal começa no início da tarde e a vinda à capital já está autorizada.

Embora esteja aos cuidados do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Rawell, até a tarde de hoje, permanece na jaula onde foi encontrado pela Polícia Civil, na cidade de Maringá. Ele está sendo monitorado e acompanhado desde o momento em que foi encontrado pela polícia.

O leão será transportado para Curitiba de caminhão, com uma equipe responsável pelo animal: tratador, veterinário e anestesista. Além desses, outras pessoas estão envolvidas no transporte de Rawell, que tem 12 anos de idade e pesa 300 quilos.

No Zoológico, de acordo com a Prefeitura de Curitiba, o leão será colocado em um recinto ao lado de duas leoas. O atual leão do Zoo, o Simba, é pai dessas duas fêmeas que vão dividir espaço com Rawell. Simba será levado a outro local, também para adaptação.

Furtado

Rawell foi levado do centro de recuperação de animais em Monte Azul Paulista, no interior de São Paulo, no início do mês. No último sábado, foi encontrado em um canil na cidade de Maringá e o dono confessou que teria cometido o furto. Segundo Ari Borges, ele teria documentos que provam que ele é o fiel depositário do leão.

Já o dono do centro, Oswaldo Garcia Júnior, também tem um documento de posse do leão, que foi doado para ele pelo próprio Ary Borges.