Da Redação

A 1ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba negou na tarde desta terça-feira (1) os dois mandados de segurança que tentavam manter os comerciantes em seus espaços na Rodoferroviária. Com a decisão, a Urbs protocolou um pedido de reintegração de posse dos pontos comerciais, mas garante que pretende fazer a retirada com calma. A Rodoferroviária passa por reformas de ampliação que visam a Copa do Mundo.

permissionarios-011013-bandabO pedido para tentar se manter no local havia sido feito pela Associação dos Permissionários após a Urbs estipular o prazo de 30 de setembro para deixarem o local. Em função das obras e da decisão, os atuais permissionários dos 36 espaços comerciais devem ter um novo prazo para deixarem os locais. A reocupação dos espaços – ao final das obras, previsto para abril do ano que vem – será feita mediante licitação, que deverá ser aberta ainda este mês e da qual os atuais permissionários poderão participar.

O pedido de reintegração de posse exige que os comerciantes desocupem as lojas até o próximo domingo (6), último dia em que a ala estadual – onde operam todos os serviços da Rodoferroviária atualmente – irá funcionar antes de passar por revitalização.