Juliano Cunha/Banda B
Édipo emprestou o carro do chefe, que se comprometeu em bancar os prejuízos

Um jovem de 19 anos destruiu a parte da frente de uma residência na rua Pedro Picussa, no bairro Umbará, em Curitiba. Édipo Willian Santos Inácio perdeu o controle do veículo Saveiro e entrou na garagem nesta casa na tarde deste sábado. Três crianças que brincavam na área externa da casa tiveram ferimentos e foram encaminhadas ao Hospital Cajuru. Ele não tem carteira de habilitação e o veículo é do chefe dele. Édipo está detido na Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran).

Juliano Cunha/Banda B
Omega que estava estacionado em frente à residência

Informações de moradores que viram o acidente é que o jovem estava dando ‘cavalinho de pau’ na rua quando perdeu o controle do veículo e invadiu a casa que fica na região do Jardim Futurama. No momento do acidente, que aconteceu por volta das 14 horas, cinco crianças brincavam na garagem da casa atingida. Ranah Rilary, 9 anos, a prima dela Echelen, também 9 anos, e uma amiga identificada como Larissa tiveram escoriações e foram levadas ao hospital. “Escutei o barulho e corremos para fora achando que a casa ia desabar. Foi um desespero ver as meninas embaixo dos tijolos. Meu Deus, que susto”, disse Josmara a dona da casa e mãe de Ranah.

Enquanto pessoas ajudavam na retirada das crianças dos escombros, o motorista tentou fugir, mas foi contido pelos populares. Pouco tempo depois um homem – identificado pelos moradores como o irmão de Édipo – foi até o local e ameaçou as pessoas que estavam detendo o jovem. Os dois foram embora sem prestar qualquer atendimento às crianças.

A Guarda Municipal foi acionada e logo checou que Édipo não tinha carteira de habilitação. O dono do carro foi até o local e disse ser o patrão de Édipo. Ele alegou que emprestou o carro ao jovem ir até a casa dele buscar algo. Os dois trabalham como eletricistas. Ainda, de acordo com o dono do carro, ele assumirá todo o prejuízo causado pelo jovem sem habilitação. Édipo foi detido pela Guarda Municipal e entregue à Dedetran.

Juliano Cunha/Banda B
Jovem fugiu sem prestar atendimento às crianças