A Delegacia do Alto Maracanã, em Colombo, região metropolitana de Curitiba, investiga o abuso sexual contra uma jovem de 18 anos na madrugada desta segunda-feira (25). Ela está internada no Pronto Socorro do Alto Maracanã. O principal suspeito de ter cometido o ato é o próprio marido da vítima, de 19 anos, Por sua vez, o jovem culpa um amigo seu, que também deu entrada no Pronto Socorro, um pouco depois, com ferimentos generalizados.

De acordo com os responsáveis pelo atendimento à jovem, além de ser agredida, a vítima foi violentada sexualmente. Quem a levou ao hospital foi o próprio marido, principal suspeito do crime.

Duas versões

O caso até o momento tem duas versões, com uma delas sendo considerada mais provável pela polícia:

Sogra

A sogra do suspeito ligou para a PM às 23h de ontem dizendo que o genro tinha batido em sua filha depois de vê-la conversando com outro rapaz. “Esta é a versão que ela nos passou. Sabemos que provavelmente de fato isto aconteceu, mas a investigação fica a cargo da Polícia Civil. O rapaz nega e culpa um amigo, que também deu entrada no Pronto Socorro por ter sido agredido por ele”, contou o sargento Coradin, do 22° Batalhão da Polícia Militar, que atendeu a ocorrência.

Marido

O marido refutou esta versão e disse que pediu para um amigo levar a esposa para casa e, quando chegou, a viu sendo abusada por ele. “Quando vi o que aconteceu bati bastante nele. Em nenhum momento abusei sexualmente dela. A minha sogra não gosta de mim e está querendo me comprometer, como ela sempre faz”, descreveu.

Detido pela polícia, o marido foi encaminhado à Delegacia do Alto Maracanã, na qual o delegado responsável irá definir o que fazer com relação ao caso.