Por Luiz Henrique de Oliveira e Flávia Barros

Uma jovem de 26 anos foi presa em flagrante em um hospital de Curitiba, pelo aborto de um feto de cinco meses. Tudo começou quando, na semana passada, ela passou mal dentro de um ônibus do transporte coletivo. Ao descobrir a gravidez, comprou remédios ilegais para interromper a gestação.

Delegado passou detalhes da prisão da jovem (Foto: Banda B)

Segundo o delegado Cássio Conceição, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a jovem ingeriu comprimidos de um abortivo , cuja venda é proibida.

“Ela passou mal após usar o remédio, pelo qual pagou R$ 500, e foi levada pelo namorado até o Unidade Pronto Atendimento (UPA) do Cajuru. Nossa equipe policial foi chamada e ela confessou o que tinha feito, recebendo voz de prisão pelo crime de aborto”, descreveu Conceição.

De acordo com o delegado, o namorado ficou surpreso com a atitude da jovem. “Ele disse que queria ter o filho e, por isso, ficou surpreso. A jovem permanece presa à disposição da Justiça, já que não pagou ainda uma fiança que foi arbitrada. Ela pode pegar até três anos de prisão”, concluiu.