Da Redação

Cristiane Abujamra, de 48 anos, e Arnold Vianna, de 18, irmã e sobrinho acusados de matar a empresária Clemans Abujamra passarão por audiência de instrução e julgamento nesta terça-feira (26).

clemams

Foto: Reprodução

Clemans Abujamra trabalhava nos Estados Unidos, mas veio ao Brasil para adotar uma criança quando acabou assassinada entre os dias 27 e 29 de abril de 2013. De acordo com a acusação, ela foi esfaqueada e morta pela sua irmã Christiane, por Arnold no interior do apartamento da família, localizado no bairro Batel. Em seguida, irmã e sobrinho teriam colocado o corpo da vítima em uma mala e ocultaram o cadáver em um terreno baldio, situado no mesmo bairro.

O caso foi descoberto pela Delegacia de Homicídios e ambos seguem presos. O advogado de defesa, Osman de Santa Cruz Arruda, tentou obter liberdade por meio de um habeas corpus no Tribunal de Justiça do Paraná, mas o pedido foi negado.

O viúvo da vítima, Roberto Nobuo Nanamura, estará presente no julgamento. Segundo os advogados Elias Mattar Assad e Louise Mattar Assad, que atuam no processo como assistentes da acusação, este caso deverá ser julgado pelo tribunal do júri como homicídio qualificado por motivo cruel com penas que oscilam entre doze e trinta anos.

Notícia Relacionada:

Irmã e sobrinho são presos acusados de matar Clemans Abujamra