Redação com Catve

concretada1

Janete Boeni foi presa em SC suspeita de matar a irmã. Foto: Catve

A irmã da mulher morta e concretada em casa, em Santa Helena no oeste do Paraná, foi presa nesta quarta-feira (14), em Santa Catarina. Janete Boeni, 46 anos, está sendo apontada como principal suspeita pela morte da professora  Ladis Boeni, 51 anos.

concretada

Sobrinho encontrou corpo da tia entre concretos, em casa. Foto: Catve

A informação foi confirmada pelo delegado responsável pelo caso, Ezequias Cavalcantti. Janete foi detida pela Polícia Militar em Itajaí e levado ao presídio do município depois de se envolver em um acidente de trânsito em Penha (SC), na noite de terça-feira (13).

Contra a mulher havia um mandado de prisão temporária. Conforme o delegado, policiais foram até o estado catarinense e nesta quinta-feira (15) ela deve ser trazida ao Paraná.

A suspeita foi levada para o Presídio Regional de Itajaí e, de acordo com o delegado de Santa Helena, Ezequias de Barbosa Cavalcanti Filho, deve ser transferida para o Paraná até esta quinta-feira (15). Além da autoria, a polícia investiga os motivos do crime.

Caso

O caso ganhou grande repercussão. O corpo de Ladis Boeni, 51 anos foi encontrado concretado nos fundos da casa onde morava em Santa Helena, na quarta-feira (7) passada. Ela trabalhava em uma creche na cidade como professora e foi morta a facadas.

Na ocasião, a irmã Janete afirmou que Ladis havia viajado para Cuba, já que o carro da vítima tinha sumido. O corpo foi achado sob uma camada de concreto por um sobrinho que cuidava da casa.