O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) do município de Curitiba apresentou variação de 0,70% na terceira quadrissemana de abril pressionado, principalmente, pelos grupos Saúde e Cuidados Pessoais que acelerou 2,06% e Vestuário, com alta de 2,44%.

Os itens com maior contribuição, na ordem da maior para a menor participação, foram energia elétrica residencial (-6,58%), tarifa de ônibus urbano (9,02%), pacotes turísticos nacionais (7,53%), gasolina comum (-1,83%), aluguel de moradia (1,81%), conserto de veiculos (-3,26%), automóvel de passeio nacional usado (0,40%), calça comprida masculina (6,11%), pacotes turísticos internacionais(-10,26%), e sapato e bota femininos (6,10%).

Abaixo segue a tabela com as variações de todos os grupos e do índice geral.