Por SMCS

JUMA DENTRO

Juma foi o nome escolhido pelo internauta (Foto: Divulgação SMCS)

O público escolheu o nome Juma, em votação através do Facebook da Prefeitura de Curitiba, para chamar a filhote de puma, a mais nova integrante do acervo do Zoológico. O animal chegou a Curitiba no mês passado, após sobreviver a um atropelamento no estado de Goiás, e está abrigado num setor reservado do Passeio Público. Em fase de amamentação e adaptação, a puma será transferida ao Zoológico dentro de um ou dois meses.

No Zoo, ela será permanentemente monitorada, mas dificilmente poderá retornar à vida selvagem. A difícil readaptação ao habitat natural se daria, entre outros motivos, porque a puma não aprendeu a caçar, o que acontece nos primeiros meses de vida do animal, e ficaria vulnerável a vários riscos.

A filhote foi encontrada durante o processo de colheita na Usina Cerradinho, em Chapadão do Céu, Goiás. Ela foi recolhida ferida, após ser atingida por uma colheitadeira e, posteriormente, encaminhada ao Centro de Recepção de Animais Selvagens (Cras) de Mato Grosso do Sul.

“O sentido maior do Zoo não é o de exibir animais, mas de promover educação ambiental e reflexão sobre a importância da proteção animal”, explica o diretor do departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Alexander Biondo. “Usamos estes casos para mostrar às pessoas a importância da proteção animal”, afirma.

A puma Juma veio transferida para Curitiba, junto de quatro papagaios galegos, após o Zoológico enviar ao Cras o jacaré que foi capturado no Parque Barigui no fim do ano passado. Todas as transferências foram autorizadas pelo Ibama-PR. O jacaré foi solto numa fazenda de turismo do Pantanal sul-matogrossense, de onde é nativo.