Leonardo Boçon
Instrutor foi flagrado ao celular durante aula

O internauta Leonardo Boçon postou na última segunda-feira (4) uma foto que causou polêmica nas redes sociais. Trata-se de um instrutor de auto escola falando ao telefone celular ao lado de uma aluna, durante o horário de aula, contrariando o que determina a Lei de Trânsito.

O flagrante foi registrado na tarde de segunda-feira (4) no bairro Jardim das Américas, em Curitiba. Procurada, a diretoria da Auto Escola Amorim, com sede em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, disse que era contra a realização da matéria e que o rapaz que tirou a fotografia também estava ao celular enquanto dirigia.

Leonardo Boçon confirmou que estava sozinho no carro e tirou a foto do celular. O argumento dele foi que o sinaleiro estava fechado. “Eu tinha sido fechado por este instrutor e achei errado o que ele fez, já que deveria dar o exemplo. Só tirei a foto e guardei o celular, colocando a imagem uma hora depois, é só conferir no meu aparelho. Posso garantir que não estava falando ao celular como ele”, afirmou à Banda B.

Apesar de colocar a foto na rede social, Boçon não esperava tamanha repercussão. “Nunca fui popular nas redes e só queria mostrar a meus amigos. Se tornou algo grande e até funcionários da Auto Escola apareceram para defender o instrutor e me atacar. O que acho mais errado é ele fazer isto com a aluna ao lado”, contou.

Outro lado

A Banda B entrou em contato por telefone com uma mulher identificada como Jô, que seria a responsável pela auto escola, e foi recebida de maneira agressiva. Irritada, ela pediu que a reportagem não colocasse o nome da auto escola na matéria, embora o fato tenha acontecido em via pública e a foto postada em uma rede social.

A responsável também afirmou que, apesar do instrutor estar no carro da auto escola, ao lado de uma aluna e em horário de trabalho, a empresa não pode ser responsabilizada pelo o que ele fez. Ao perceber que não adiantava ameaçar e que a matéria seria publicada, ela disse que o profissional flagrado foi penalizado.

Por fim, a empresária destacou que pretende processar o rapaz que colocou a foto na rede social, mas ao ser perguntada sob qual alegação, ela não soube responder.

Detran

A Banda B entrou em contato com o Detran do Paraná e a assessoria de imprensa afirmou que o órgão está ciente desta foto e apurando o caso. Segundo a assessoria, falar ao celular dirigindo dá uma multa de R$ 85 ao motorista. No caso de um instrutor de auto escola, a partir do momento que o Detran recebe a denúncia ele é notificado e, se for reincidente, pode até perder a credencial, não havendo responsabilidade neste caso para a auto escola.

Outra questão destacada pelo Detran é que o motorista que tirou a fotografia também infringiu uma lei de trânsito, já que mesmo com o sinal fechado não é permitido usar um aparelho celular.