Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

idosa-vila-torres

Motorista do Sandero ficou exaltada por causa do atropelamento. Foto: BH/Banda B

Uma idosa de 70 anos foi atropelada na manhã desta segunda-feira (19) na Avenida Comendador Franco, conhecida como Avenida das Torres, no bairro Jardim Botânico, em Curitiba. Alairda de Farias foi socorrida em estado gravíssimo, mas não resistiu e morreu a caminho do Hospital Cajuru. A motorista, bastante exaltada no local, nada sofreu.

O acidente aconteceu na esquina da rua Baltazar Carrasco dos Reis. A idosa, na companhia do marido, atravessava a Avenida nesse cruzamento que recentemente perdeu o semáforo. Um canteiro central foi colocado e, com isso, o semáforo retirado. Entretanto, moradores afirmam que a falta do sinal deixa o cruzamento perigoso por causa da velocidade dos motoristas.

Por volta das 9h, um veículo Sandero, de cor prata, que vinha sentido Centro, atropelou a idosa, próximo da calçada. Testemunhas disseram que a motorista estava em alta velocidade. Há marca de 15 metros de frenagem na pista. Ao sair do carro, a motorista com cerca de 25 anos ameaçou a imprensa, bastante exaltada. Ela ficou no local durante todo o atendimento à vítima. O marido dela não teve nenhum ferimento.

Socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foram acionados e encaminhavam a idosa ao Hospital Cajuru quando ela não resistiu aos ferimentos múltiplos. Segundo depoimento do marido da idosa, eles iam ao Hospital Militar para uma consulta.