Arma de fogo encontrado com o adolescente, utilizada para matar a jovem (Foto: Flávia Barros – Banda B)

Foi identificada oficialmente a jovem de 22 anos, encontrada assassinada na manhã desta terça-feira (13) no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Trata-se de Jaqueline Mendes da Silva, que de acordo com familiares, trabalhava com prostituição. 

Jaqueline foi encontrada morta no Sítio Cercado (Foto: Reprodução)

Um adolescente que estaria envolvido no crime foi apreendido pelos policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Na especializada, a Banda B conversou com uma familiar de Jaqueline, que contou os últimos passos dela.

“Eu estava com ela até as 2h, quando disse que ia sair com dois rapazes e eu fiquei esperando ela na frente de uma escola, até as 4h, mas não a encontrei, porque não apareceu. A Jaqueline trabalhava com prostituição e precisava de dinheiro, porque era aniversário da filha”, disse a familiar, muito emocionada.

O delegado Cássio Conceição, da DHPP, afirmou à Banda B que não há duvidas de que o adolescente foi o autor dos disparos. “Eles se encontraram em um bar, para um programa, e aconteceu uma discussão. Ambos estavam alcoolizados e vítima teria xingado a mãe dele. Por isso, o adolescente diz ter atirado”, descreveu.

Segundo o delegado, o suspeito é conhecido da polícia. “É alguém com envolvimento no tráfico de drogas da região. A arma do crime foi localizada e agora investigamos a presença de um amigo, que estaria com ele no momento do assassinato”, concluiu o delegado.

O adolescente será encaminhado para reabilitação. Na delegacia, familiares da vítima se revoltaram e xingaram muito o suspeito.

Notícia Relacionada: