O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) divulgou nesta sexta-feira (1.º) o novo boletim de balneabilidade do litoral e dos balneários do Norte e Oeste do Estado. No interior, todos os pontos monitorados continuam próprios para banho. Já no litoral dos 90 quilômetros de costa, pequenos trechos, que somam 3,4 quilômetros devem ser evitados pelos banhistas, além de dois pontos monitorados na Praia de Encantadas, na Ilha do Mel e um no Rio Nhundiaquara, em Morretes.

Os locais avaliados são escolhidos de acordo com a concentração de veranistas e frequência com que são usados para recreação, pois esses são mais suscetíveis à variação da qualidade da água. O IAP alerta que tomar banho em água contaminada pode causar doenças de pele, gastrenterite e infecções nos olhos, ouvidos e garganta.

As análises laboratoriais são capazes de indicar a concentração de enterococcus na água em aproximadamente 200 metros, por isso é preciso respeitar a sinalização do IAP. As bandeiras e os totens eletrônicos são instalados no centro dessa extensão e indicam que a água está própria (bandeira verde) ou imprópria (bandeira vermelha) para banho 100 metros à direita e à esquerda.