Por Luiz Henrique de Oliveira e Elizangela Jubanski

12.07.13 REPORTER

Homem protestava contra concurso de beleza que inscreveu os filhos Foto: Bruno Henrique/Banda B

O homem que estava fora de si e mobilizou o Corpo de Bombeiros em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, na manhã desta sexta-feira (12), era repórter esportivo na década de 90. Gelson Ferreira de Souza, 53 anos, foi convencido pelos bombeiros a descer dos fios de alta tensão em frente à Maternidade Alto Maracanã, na Rua São Pedro. Ele ficou pendurado pouco mais de duas horas no local. Ele pendurou faixas citando capítulos da bíblia, mas, na verdade, a revolta era sobre outro assunto.

TORRE

Corpo de Bombeiros tenta resgatar rapaz (Foto: Bruno Henrique – Banda B)

Depois de muita negociação com Grupo de Resgate (GOST), Souza desceu e se apresentou aos jornalistas e curiosos que acompanhavam o desfecho da situação. “Também sou repórter”, disse ele, mostrando a carteira da Associação dos Cronistas Esportivos do Paraná. Segundo ele, Souza trabalhou na Rádio Paraná em 1997. Hoje é comerciante.

Sobre o episódio, ele contou que estava protestando contra um concurso de beleza promovido na região. “Inscrevi meus dois filhos. Para fazer isso era preciso levar cinco quilos de alimentos para cada um. Eles passaram e depois era preciso pagar R$ 150 para cada e depois, na outra etapa, a inscrição era R$ 5 mil. Fui enganado”, contou. Os garotos têm 11 e 12 anos.

O objetivo, então, da subida no fio de alta tensão com os cartazes nas mãos era para protestar e chamar a atenção sobre os injustiçados. Ele foi orientado pela Polícia Militar (PM) a voltar para casa com os filhos e procurar a Justiça, caso queira levar o caso à diante.